segunda-feira, 14 de março de 2011

PESADO

Base 2 na área! Eles fazem o especial d'O Rappa, é bacana fazer as artes, mas gosto mesmo quando rola o show rock'n'roll dos caras com as músicas deles.

Como tive o privilégio de acompanhar toda a pré-produção do disco dos caras, sei bem o que vem por aí: PORRADA SONORA! A primeira coisa que pensei foi fazer uma referência ao peso que a banda vem aplicando no seu som. Como sou um assíduo telespectador de documentários (quase um biólogo frustrado), resolvi que a imagem que representaria isso seria a de um rinoceronte. Sim! Aqueles simpáticos mamíferos perissodátilos que são a versão da Mãe Natureza para um tanque de guerra.

Pois bem, achei o retrato de um ser muito fotogênico da espécie e transformei em estampa. Na sequência, fiz um processo muito parecido com o do último post (tinha recém feito a propaganda) e rabisquei uma espécie de sombreados aleatórios no animal. Preferi utilizar tons pastéis entre amarelo e marrom, pois já tinha me decidido que o fundo seria totalmente branco.

Mas o Base 2 não é só paulada. Tem muito detalhezinho nos arranjos das canções, timbres variados, frases instrumentais delicadas, etc... e isso PRECISAVA estar, de alguma forma, representada na ilustração. Rabisquei então linhas azuis e vermelhas saindo das costas do rinoceronte que deram um ar psicodélico pra arte.

A logo da banda serviu como base de apoio pro nosso protagonista chifrudo. Adorei descentralizar ela desse jeito e torna-la parte do desenho. Deu aquele ar classudo que tanto gosto de não utilizar todos os espaços possíveis do cartaz. Também deixei as informações fora do eixo, separando-as com um ponto e por cores (as mesmas utilizadas no rinoceronte). Abaixo da logo e nas cores dos rabiscos psicodélicos, especifiquei (a pedido da banda) que se tratava do show de repertório rock e autoral.

Enviei a arte pra aprovação dos caras com certo receio. Geralmente quando gosto muito do resultado final, penso que posso ter viajado demais na maionese, mas eles também gostaram. Sinceramente, até hoje é um dos cartazes que mais me orgulho. Tanto que vai servir de referência pra todo o projeto gráfico do disco da banda que vou fazer. Quando sair do forno eu posto aqui o resultado, falou?

Um comentário:

Edvilma Alencar disse...

Quando eu penso q não vou mais me surpreender com tuas frases eu leio: "Sim! Aqueles simpáticos mamíferos perissodátilos que são a versão da Mãe Natureza para um tanque de guerra." kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Muito bom o texto e o cartaz, não sei se eu viajei mais do q tu, mas eu imaginei o espaço fora do cartaz, com balões presos nas linhas azuis e vermelhas, uma composição legal entre o leve e o pesado!!!

Parabéns cara!!! tu é meu ÍDAAALOOOO!!!!