sábado, 19 de março de 2011

CRAQUELÊ ESCARLATE

Há tempos não fazia um cartaz com o tema do Rage Against the Machine (obviamente trata-se de uma banda cover). Se não me engano, os últimos tinham sido pedidos no comecinho de 2009. Buenas, eis que surge uma nova missão e, cá estamos para cumpri-la da forma mais arriscada nesse mundo da propaganda (embora eu ache a que mais emociona): PESSOAL EXTREME.

O Rosa (vocalista da banda) sempre pede pra colocar "uma estrelona vermelha pra todo mundo se ligar" que já havia utilizado nas outras vezes. Mas é aquilo que já tinha dito no último cartaz da banda (vide post AI SE SESSÊ!): tudo bem reutilizar idéias, mas faça um igual de forma diferente.

Sabendo q a estrela estaria ali de qualquer forma, voltei minha preocupação pro fundo. Peguei uma textura de papel velho, amarelado pelo tempo, e utilizei um efeito negativo, transformando num azul escuro meio assombrado. Imaginando como ficaria esse fundo com o símbolo central não gostei. Mas não desisti de mantê-lo ali! Criei um novo fundo bege bem clarinho chapado e comecei a fazer uns rabiscos em azul. Até aí nada demais... porém (TEM SEMPRE UM PORÉM!!!) qdo amalgamei com o efeito negativo da outra textura, o fundo ficou ainda mais tenebroso e (muito alquimista morreria de inveja...) os riscos ficaram dourados! Quase dando uma impresão tridimensional. Como estavam muito finos, copiei o desenho e só dei uma espaçada em outra direção pra criar mais volume. Repeti esse processo mais uma vez e pronto: uma nutritiva macarronada ectoplasmática estava no ponto para ser consumida pelos olhares receptores da mensagem!

Fundo legal, mas poluído. E pra colocar as informações do show naquele massaroco? Ninguém enxergaria necas de pitibiribas! A solução veio de uma forma que muito me agrada: MOLDURA. Mas não uma moldurinha qualquer, nada disso! Tinha q ser uma senhora moldura que ocupasse boa parte do cartaz, deixando de ser item coadjuvante e sendo promovida a "elemento que dá um toque de classe". Simplesmente a fiz branca com as bordas borradas pra dar manter o clima soturno e curti bastante! Usei uma fonte só em minúsculas pra dar um ar gracinha, mas toda rabiscada pra entrar na onda do geral, colorindo em vermelho e preto.

Agora só faltava a estrela principal da arte q, por sinal, é uma estrela, hehe! Desenhei manualmente de uma forma bem tosca e, de quebra, usei um efeito pra craquelar minha protagonista escarlate. Só o efeito bruto não bastou e acabei dando uma forcinha pro Photoshop, quebrando alguns pedacinhos manualmente. Ah, atente-se pro fato dela vazar um pouco da moldura!

Arte finalizada, certeza de ser a que mais gostei de ter feito sobre o tema até então e, por que não dizer, a percepção de que, às vezes, ficar um tempo afastado de certo projeto é benéfico pra dar uma refrescada nas suas idéias. Fidelidade de um cliente é ótimo, mas é saudável pro próprio produto respirar outros ares também. A mesmice é o primeiro passo pro anonimato.

Nenhum comentário: