quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

BUTTERFLIES FLY

Alô, alô! Salve, salve rapaziada passageira de 2011! Cá estamos em mais um ano tentando explicar o inexplicável da identidade visual instintiva. Seja bem vindo!

Vamos abrir a terceira temporada do projeto simples com o cartaz do Colher de Chá tocando no Estação Café Brasil. Banda do amigo Gabriel Feijó que já está com disco quentinho no forno e projeto gráfico escamoso, o que certamente facilita na hora da composição de uma arte pra divulgar show já que conheço bem o projeto.

Os caras descem a sola da botina no bom e velho rock'n'roll com alusões psicodélicas, letras e solos quilométricos... enfim banda de rock. Clássico "um, dois, três e foi" sem muito nhem-nhem-nhem. Mas eu falei psicodelismo, né? Então o leitor habitual dessa casa da mãe Joana do cyber espaço já sabe o caminho q vou seguir na composição do poster... se me deixarem a opção, eu SEMPRE vou derreter, hehe!

Utilizei quilos das colheres-borboletas que farão parte do disco e já deram as caras no outro cartaz que fiz da banda (veja post VAMOS COLORIR?), como se estivessem presas numa gaiola formada pelas informações do show contendo uma pequena abertura por onde elas escapam e se espalham pelo grnade mundo do formato A3.

No fundo, misturei uma textura de papiro em decomposição com uma chapa de metal (!) e ainda dei uma boa estragadinha no photoshop. Acabou se transformando numa espécie de papel de carta azul calcinha lavada na cândida. Gostei muito disso!

O nome da banda eu mesmo desenhei no Corel (álias, uns 80% do cartaz foram feitos ali!) e usei o efeito de plastificação no photoshop que quase dá uma sensação 3D. O amarelão acabou destacando bem bacana do resto.

Pra finalizar, vamos ao já tradicional "último-parágrafo-auto-ajuda": enquanto as borboletinhas voam pra encontrar sua liberdade, eu posso dizer que fiz um cartaz "estilo papel de carta" pra uma autêntica banda de rock, e assim, faço uso da minha. Que o resto do ano continue assim!

Nenhum comentário: