quinta-feira, 2 de julho de 2009

ENQUANTO ISSO...

Poizé! Convite de festa infantil by el escama. Quem diria, heim? Primeiro a mamãe do João (Mariana) teve que me convencer que eu seria capaz de enfrentar tamanho desafio, depois acabei me divertindo bem mais do que o esperado.

Como o tema da festa seria super-heróis, me escolher até fazia certo sentido pelo meu histórico de nerd devorador de HQs. Como a proposta era das crianças se fantasiarem de heróis na festa, já imaginei uma reunião da Liga da Justiça. Mas com personagens de outras histórias além dos clássicos do desenho.

Dessa vez, tive que deixar de lado a birra que tenho em copiar e colar imagens na minha arte pelo simples fato que eu não desenharia tão legal os personagens e o público-alvo (crianças) não me perdoaria por cometer tamanha heresia. Portanto, o crossover mais bizarro de todo o sempre foi reunido para a missão de salvar o mundo durante a festa do João: Superman, Batman, Sr. Incrível, Goku, Homem de Ferro, Ed 10, Wolverine, Homem Aranha, As Meninas Superpoderosas, Bartman arremessando o escudo do Capitão América e até a USS Interprise dão as caras por ali. Ao fundo, o Palácio da Justiça.

Tava todo empolgado quando me chega a notícia de que o tema não seria mais Super-Heróis, e sim, The Backyardigans. Novamente minha confiança tremeu um pouco na base, dessa vez pelo fato de eu não ser um expert nos personagens. Mas lembrei que o desenho é bem politicamente correto e infantil. então resolvi fazer algo simples e colorido. Ainda achei uma foto muito louca do João no Orkut da mamãe orgulhosa e colei na arte final.

Nessa arte o que deu um pouquinho de trabalho foi escrever "Níver do João" com a fonte da logo do desenho. Não encontrei a dita cuja, então recortei a original reutilizando as letras que repetem e montando outras a partir das originais. A letra "V", por exemplo, é o "A" sem o tracinho do meio e de cabeça pra baixo. Dá-lhe improvisação, hehe!

No fim das contas achei que ambos ficaram decentes. Eu pego trabalhos fora do tema musical pra fazer, claro, mas não os coloco aqui porque acabo não aplicando o meu dedo tosco neles. Esse caso foi bem bacana por me colocar num "ambiente" inédito (nunca tinha feito nada pra criança antes) e porque não fugi da raia, deixando a minha assinatura. Gostei!

Nenhum comentário: