sexta-feira, 15 de maio de 2009

CAFÉ SEM BÚSSOLA

Não falei que gostei do estilo do giz de cera da arte anterior? Poizé, Zé! Acabei utilizando no seguinte do Max & MP3.

A idéia inicial era um desenho meio abstrato e dadaísta que eu estava fazendo no Corel. Pensei em utilizar uma textura de fundo e como o show é no Estação Café Brasil, procurei o saco do café pra testar como ficaria. Não ficou bom, porém (TEM SEMPRE UM PORÉM!!!) acabei gostando mais da história do saco mesmo e resolvi abandonar o caminho original.

Buenas, com um saco de fundo, coloquei a logo da banda bem grande e centralizada, mas precisava de uma cor que destacasse. Como a imagem tinha elementos claros e escuros, nenhuma cor conseguiu um resultado satisfatório.

Resolvi então transformar a foto de fundo num desenho. Feito isso, ainda dei uma clareada na imagem para que ela ficasse como uma espécie de marca d'água (claro que com muito mais destaque do que uma normal). Mas o dilema das cores ainda não estava resolvido.

Mesmo com o clareamento do fundo, nada me agradava. Comecei a pintar usando o recurso do giz pra deixar mais "bruta" a arte, mas não estava gostando. Até que pintei apenas o contorno da logo. Fiz de um jeito bem tosco mesmo, com pouco capricho, justamente pra combinar com a textura rústica do fundo. E gostei!

Deixei as informações bem pequeninas pintadas com o mesmo pincel logo abaixo e utilizei o recurso também no carimbo escamoso. Depois joguei a logo do bar lá em cima, mas refiz ela inteira com o pincel do giz de cera pra entrar no conceito do resto da arte.

O que começou como uma idéia pro Corel, terminou 100% no Photoshop. Sempre é maravilhoso esse lance que a criação te dá de desviar totalmente seu rumo por causa de um pequeno detalhe que te desperta um zilhão de novas idéias. Nesse mar nervoso da imaginação, a coisa menos recomendada é ter um mapa que te guie pro caminho das Índias. Navegar sem bússola pode te dar o prazer de descobrir novos continentes...

Nenhum comentário: