domingo, 19 de abril de 2009

TRAÇO FINO


Taí a capa do EP que o Grind Control lançou ano passado. Os caras me deram carta branca pra criar e eu, em troca, pedi as músicas pra ouvir. É o mínimo, né? O ilustrador tem que descobrir a essência do artista. Por me considerar mais um pesquisador musical do que qualquer outra coisa, acredito que sou razoavelmente bom nesse setor.

Fiz vários desenhos no photoshop. Todos daquele jeitinho que gosto: manualmente com o mouse! A banda mistura hardcore e rap, então fiz um traço tremido que deixava as ilustrações mais "nervosas". Utilizei a ferramente pincel com o traço grosso mesmo, mas fiz os desenhos bem grandes. Depois diminuia bastante o tamanho deles e o traço afinava, dando impressão que desenhei com uma caneta mesmo.

Seguindo a idéia do traço tremido, criei uma moldura no mesmo estilo. O desenho da capa é bem simples. Apenas uma cabeça de perfil (se reparar dá pra ver um rosto de cada lado) com um rabiscão representando o cérebro. Para o nome da banda, continuei com a fonte que já vinha usando nos cartazes dos shows, Barbies Jalous Sisters, levemente modificada (sobrepus algumas vez um nome sobre o outro).

Segue a contracapa:


Aqui usei a mesma moltura, mas com uma espécie de teia separando as informações (nome das músicas, ficha técnica e contatos). Os personagens representando a banda, no ínicio, era apenas um desenho de um carinha andando com um casaco, de boné virado e seu fine de ouvido (é o último da fila), mas quando o Rosa (vocal) viu, gostou e pediu pra eu fazer mais três que caracterizassem o pessoal do grupo. Modifiquei os elementos da cabeça, cada um com seu estilo de chapéu e, o Rosa, com seu caracteristico dread. Além disso desenhei os instrumentos deles.

Ah, uma curiosidade! O desenho era de fundo preto com os traços brancos. A pedido do Sidão (baixo), inverti as cores e o resultado nos agradou bem mais. Mas mantive o fundo preto na bolachinha, como você pode ver a seguir.



No miolo, informações básicas como nome, e-mail e myspace da banda. Os caras fizeram questão de colocar a origem deles (Londrina-PR) e inseri três lâmpadas seguindo o traço de todo o projeto gráfico. Na impressão do CD mesmo os desenhos não ficaram brancos, e sim, vazados. Portanto ficou prateado (como é o disco antes de silka-lo).

Pra conferir o som pesado e cheio de atitude do Grind Control, é só clicar aqui e acessar o myspace dos caras.

Um comentário:

carol disse...

da capa eu gostei! ouvi nada.