quarta-feira, 15 de abril de 2009

EXTRA! EXTRA!

Grande show de retorno da banda Madera (agora com a alcunha de PEDRERA). Como a banda tinha feito história na região de Londrina-PR nada mais justo do que a manchete de um tablóide.

Esperei a banda me enviar photos por mais de um mês. Até que chegou o dia de apresentar o cartaz e ainda estava sem as imagens. Em cinco minutos fiz um desenho dos integrantes só pra ter o que ilustrar na apresentação da idéia e não é que os caras gostaram? Ficou o desenho mesmo!

Escrevi o texto das duas "reportagens" comentando o retorno da banda, falando sobre sua importância histórica pra cidade e ainda instigando a curiosidade sobre o novo show. Rola ainda uma participação especial do Padre Quevedo nessa arte, hehehe! Abaixo seguem os textos das matérias completos:


Idade da pedra
Banda apresenta novo show no Valentino dia 08/06

Era uma vez uma banda que fez história na cidade...
Com três quartos da sociedade de longa data e reforçados por um toque feminino, o palco do Valentino (onde se apresentaram tantas vezes no passado) receberá novamente, porém pela primeira vez, toda a energia do Pedrera. Julio Anizelli (voz), Angelo Galbiati (guitarra), Sara Delallo (baixo) e Luciano Galbiati (bateria) prometem incendiar o público que, porventura, resolver prestigiá-los no domingo e garantem que agora voltaram pra ficar mesmo. “Nossa casinha de palha foi levada pelo vento. A de madeira caiu. Nós construímos essa de pedra que é mais forte e resistente.”, diz o vocalista que nos revelou também um inusitado plano B: “Se ainda assim não der certo, nos restará uma chance de fazer uma de ferro e virar a banda Ferrera ...”
E as novidades, com certeza, não ficam por aí.
Quando indagados se o tempo parado não os enferrujou, respondem que só os fez melhorar. Inclusive como amigos. Certo! Antigos companheiros, do trio masculino podemos esperar por isso mesmo. Mas como fica a nova integrante do sexo oposto que assumiu (com todo trocadilho do mundo) a verdadeira pedreira do contra-baixo? Certamente a tranqüilidade de uma excelente instrumentista com experiência de sobra no palco. Sendo assim, sobra a expectativa do público em relação ao cenário e figurino, uma vez que o visual costumava ser um atrativo à parte e diferencial do quarteto. “Pode ter certeza que vamos inventar algo, mas será surpresa.” Só nos resta esperar pra conferir. Pra quem nunca viu a banda, finalmente a chance de testemunhar algo que, provavelmente, já cansaram de ouvir falar. Pra quem já conhece, chegou o momento de matar a saudade. O dia 8 de junho promete muito. Até lá!


Músicos confirmam repertório e participações virtuais

Quem pensa que vai assistir um repeteco do show que a antiga formação costumava fazer, terá uma grata surpresa no Valentino. Conhecidos pelos repertórios sempre criativos e ecléticos que misturavam Classic Rock com MPB, peso de guitarras com suavidade, além de interpretações agressivas com uma doce pitada psicodélica, os músicos do Pedrera atualizaram o set list e apresentarão para o público londrinense novidades como releituras para canções de Itamar Assumpção, Karnak, Frank Zappa, Zeca Baleiro e Pato Fu. Mas e quanto aos antigos admiradores? Não vão ouvir absolutamente nada para relembrar os velhos tempos? “Claro que não deixaremos esse pessoal na mão! Vamos tocar alguns clássicos dos Mutantes, Beatles, Secos & Molhados, Jethro Tull, Alceu Valença e até Patife Band que nós sempre gostamos”, explica Luciano. “Só não queremos fazer exatamente o mesmo show de anos atrás pra não cair na mesmice. A gente evoluiu de lá pra cá.” Além das novas músicas, existe um mistério sobre as possíveis participações especiais que o show “Idade da Pedra” pode trazer para dividir o palco com a banda. Tudo indica que as serão manifestações ectoplasmáticas, ou seja, os convidados estarão e, ao mesmo tempo, não estarão ali. Complicado de imaginar? Pois é! Quem viver, verá. Ou não.

Nenhum comentário: