terça-feira, 28 de abril de 2009

ESTILO ROOTS.


Aqui um pedido de arte só pra ser divulgada via web. Nesses casos dá pra brincar um pouco mais com os formatos. Deixei quadrado porque ocupa menos espaço e não precisa rolar a barra pra baixo pra visualizar a comunicação inteira.

Pra variar, pedido "pra ontem!", então nem me deixei levar por possibilidades muito malucas. Nesses casos, prefiro apostar na minha simplicidade mesmo até pra evitar que o cliente estranhe a arte e peça pra mudar gerando atrasos.

Infelizmente não rolou tããããoooo rápido. Inicialmente fiz uma idéia com a lua logo do MamaQuilla, cortada por uma onda que dividia o fundo em duas cores quentes (vermelho e amarelo) e com luzes brilhantes explodindo neles. O Tiago (vocalista) gostou, mas pediu alterações, inclusive uma da qual gostei muito, que era retirar o nome da banda da comunicação. Já que a própria banda ia divulgar via e-mail e orkut pros seus próprios fãs cadastrados, eles já saberiam do que se tratava. Achei ousado, mas com as alterações, nem ele nem eu gostamos. Então decidi recomeçar do zero.

Dessa vez quis deixar bem mais simples mesmo. Utilizei uma cor fria (verde) e pintei os cantos com um dos pincéis artísticos do Corel. Depois levei pro Photoshop e mandei ver num filtro de textura. Ficou parecendo uma parede pintada. Adorei o resultado final dos detalhes brancos nos cantos! Parece que alguém passou o dedo sujo de tinta ali. Cara de pintura rupestre total!

Estava fazendo essa arte seguindo a linha de pensamento sem o nome da banda, mas acabei sentindo falta. Encaixei ele encabeçando tudo e gostei. O cliente até pediu pra ver sem também, mas acabou preferindo com o nome. Ainda bem! Porque ficou melhor mesmo.

Arte rápida, simples e direta. A textura combinou com os elementos tribais da logo que, por sua vez, tem a cara do MamaQuilla mesmo: uma ótima banda que nos surpreende com o peso de sua poesia e arranjos. Deu samba, ou melhor, deu reggae!

2 comentários:

Anônimo disse...

textura e efeito, qualquer mané faz mesmo.

el escama disse...

Mostrar que qualquer um faz as paradinhas com os recursos mais simples é exatamente o objetivo do blog. Em compensação assinar o que se escreve não é qualquer mané que tem coragem...